Tv espinha de peixe News

Ataque a tiros deixa ao menos 11 mortos na Virgínia


por Folhapress
Ataque a tiros deixa ao menos 11 mortos na Virgínia
Imagem: The Virginia Pilot
Ao menos 11 pessoas morreram e seis ficaram feridas em um ataque a tiros em um complexo da prefeitura de Virginia Beach, no estado americano da Virgínia, nesta sexta-feira (31), informaram as autoridades locais.

O chefe da polícia, James Cervera, disse que o atirador "abriu fogo imediatamente e indiscriminadamente" contra funcionários dentro de um dos prédios assim que entrou no local, por volta das 16h locais (17h em Brasília).

"O suspeito atingiu um policial. Os policiais responderam com tiros. O suspeito morreu", afirmou.

Cervera não deixou claro se o atirador tirou a própria vida ou se foi morto na troca de tiros.

O suspeito era um antigo funcionário do departamento de obras públicas, acrescentou Cervera, que o descreveu como "descontente". Sua identidade não foi revelada.

"Este é o dia mais devastador da história de Virginia Beach", disse o prefeito Robert M. Dyer.

"É simplesmente um dia atroz. Estamos com as vítimas e suas famílias", afirmou o governador de Virgínia, Ralph Northman.

O incidente deve ser o mais letal ato de violência com armas em um local de trabalho nos EUA desde fevereiro, quando um funcionário de uma fábrica matou cinco colegas a tiros em Aurora, no estado de Illinois, logo após ser demitido.

Segundo a Casa Branca, o presidente Donald Trump está acompanhando a situação.

O ataque ocorreu no Edifício nº 2 do Centro Municipal Virginia Beach, um complexo de escritórios e agências municipais, incluindo o Departamento de Polícia. No Edifício nº 2 ficam os departamentos de planejamento e de obras públicas.

O ataque começou por volta das 17h locais (18h de Brasília). Uma testemunha disse a uma afiliada do canal de TV NBC que os funcionários estavam trabalhando quando começaram a ouvir os tiros.

Uma funcionária do departamento de obras públicas identificada como Megan Banton disse ao canal Channel 13 NewsNow que ela e cerca de 20 colegas fizeram uma barricada nos escritórios com mesas. Ela disse que eles podiam ouvir os tiros e os policiais gritando "abaixem-se".

Cinco pessoas foram enviadas para o Sentara Virginia Beach General Hospital, segundo o jornal The Washington Post.

"As vítimas são amigos e vizinhos", afirmou o vereador Michael Berlucchi, segundo o Post. "E pessoas que servem à população de Virginia Beach. Essa é uma tragédia horrível, sem sentido".

Nenhum comentário