Tv espinha de peixe News

'Dia de Gain': Jovens usam Instagram para ensinar a investir na Bolsa


'Dia de Gain': Jovens usam Instagram para ensinar a investir na Bolsa
Foto: Priscila Melo / Bahia Notícias
Desmistificar a ideia de que Bolsa de Valores é "coisa de rico". Essa é a ideia do perfil no Instagram “Dia de Gain”, criado pelos jovens Giovanni Puonzo, Nicolau Eloy, Vinícius Pedreira e Letícia Teixeira.

Os quatro se conheceram na escola e, após se formarem, decidiram que queriam “ir além”. Foi aí que o mercado financeiro entrou na vida do grupo. “Quando nos formamos, o pai de um amigo nosso, que trabalha no mercado financeiro, nos apresentou esse mundo. Nós achamos interessante e começamos a estudar sobre o assunto. Depois, começamos a conversar com os nossos amigos, a mostrar os resultados, e eles se interessaram também”, explicou Nicolau, em entrevista ao Bahia Notícias.

Segundo o grupo, ainda é difícil esclarecer algumas dúvidas que os brasileiros têm sobre a Bolsa de Valores. A maioria, dizem, acredita “que vai ficar rico de uma hora pra outra, ou que vai perder tudo”. "Tem muita gente que acha que Bolsa é cassino, e fala sempre 'você está apostando nisso', sem saber que dá pra crescer com isso. Com o objetivo de dividir pra multiplicar, nós decidimos dividir o nosso conhecimento pra desmistificar várias ideias que as pessoas têm sobre investimentos", reforçou Vinícius.


Inspirados também em outros canais do Youtube, como "Primo Rico", ou o de Nathalia Arcuri, os quatro decidiram lançar o “Dia de Gain” para “melhorar a relação das pessoas com o dinheiro". Em apenas três meses, atingiram mais de 2,3 mil pessoas, e o objetivo é chegar a 10 mil seguidores antes do fim do ano. Vinícius sugere que os brasileiros, independente da idade, precisam mudar a mentalidade para se "libertar das amarras do dinheiro". "Tem muita gente imediatista, que quer as coisas pra amanhã. O bom do investimento é que ele ultrapassa a barreira monetária e faz você pensar a longo prazo. Não é ficar rico amanhã, mas é daqui a 30 anos você conseguir viver só de rendimentos e não precisar mais trabalhar”, defende.

A ideia do “Dia de Gain” é possibilitar que as pessoas acompanhem diariamente dicas de como investir o dinheiro de acordo com cada perfil. Para isso, além do Instagram, eles contam com um canal no YouTube e pretendem lançar e-books e workshops. Eles não prestam consultoria, mas indicam o caminho de como as pessoas podem entrar nesse mundo de forma mais autônoma. “Nós damos dicas de como fazer sua análise, como montar sua carteira, como escolher o que é melhor pra você, sem dizer qual ação você deve comprar", enumera Giovanni.

Giovanni acredita que a história explica o “pé atrás” do brasileiro com o mercado financeiro, mas que em outros países ele já está no dia a dia das pessoas. "Querendo ou não, essa aversão vem de um passado problemático que a gente teve. Até a poupança deu errado em um momento. E alguns investimentos tradicionais, como imóveis, davam retorno de qualidade há algum tempo. Mas houve uma virada de mesa quando se notou que há investimentos melhores”, apontou. "Pro resto do mundo isso já é realidade. O mercado brasileiro ainda tem muito a crescer. Para comparar, nos EUA metade da população tem o CPF cadastrado na Bolsa. Aqui batemos agora um milhão de pessoas", completou.

Nenhum comentário