Tv espinha de peixe News

Projeto de lei de Curitiba propõe multa para quem passar cantada nas ruas


Projeto de lei de Curitiba propõe multa para quem passar cantada nas ruas
Foto: Divulgação / Câmara Municipal de Curitiba
Um projeto de lei em Curitiba pode impor limites àqueles que forem flagrados passando "cantadas" ou gerando incômodo com palavras, gestos e atitudes. Proposto pela vereadora Maria Letícia (PV), o projeto sugere uma multa de R$ 280, além da obrigação de participar de programas de reeducação aos homens que cometerem esses atos. "O famoso 'fiu fiu' em locais públicos e outras cantadas não são elogios. Tratam-se de uma forma de assédio sexual que passa despercebida, uma vez que está travestida de 'flerte'", explicou a vereadora ao G1. De acordo com o texto, a multa seria aplicada pela Guarda Municipal através de abordagens em flagrante ou análise de filmagens. Alguns exemplos de quando a multa é cabível são casos de abordagens intimidadoras, exibicionismo, masturbação, perseguição e uso de palavras impróprias para constranger ou difamar a vítima. O texto prevê também que, em casos de reincidência, a multa salte para um salário mínimo, hoje fixado em R$ 930. "Não é admissível que em pleno século XXI as mulheres ainda sejam tratadas como objeto e pior, com a conivência e omissão da sociedade e do poder público", justifica Maria Letícia. A proposta é também uma forma de penalizar assédios cometidos em espaços públicos da cidade, que muitas vezes não ganham repercussão. "Como esse tipo de assédio em locais públicos não é criminalizado na maioria dos países, grande parte das vítimas não denuncia os ataques que sofre", ressalta a vereadora. O projeto ainda precisa ser votado pela Câmara Municipal da cidade, mas não há previsão de quando isso vai acontecer.

Nenhum comentário