Tv espinha de peixe News

10 VEZES EM QUE PASTORES QUEBRARAM OS 10 MANDAMENTOS


por Elástica
Os evangélicos são uma população crescente no Brasil. O último censo feito no país, em 2010, apontou que, em dez anos, o número de pessoas que se declaram evangélicas cresceu 61%. Isso significa que mais de 42 milhões de brasileiros são adeptos da religião, e que a religião se tornou a segunda maior do país – atrás apenas dos católicos apostólicos romanos, que figuram com mais de 123 milhões de brasileiros.
Há quem diga que até 2040 essa será a religião dominante no país. O fato é que, em número tão grande, os discursos estão amplificados e fica cada vez mais fácil sacar quando alguém fala uma besteira tão grande que toma esporro de apresentador de rádio, ao vivo.
Já que os pastores evangélicos sempre justificam suas ações com a Bíblia, resolvemos por em xeque algumas de suas falas, usando os dez mandamentos.
1º – Amar a Deus sobre todas as coisasEm 2009, o pastor da igreja Geração Jesus Cristo, Tupirani da Hora Lores, e um de seus fiéis, Afonso Henrique, foram presos após depredarem um templo espírita. Na época, a polícia afirmou que essa foi a primeira prisão por intolerância religiosa no país. Na internet, vídeos mostram o pastor criticando muçulmanos. Em determinado momento, ele diz que “todos os que têm o Alcorão como uma revelação divina são assassinos”. Não era amar a Deus sobre todas as coisas? Então por que razão você condena outras formas de amor a Deus? Só para entender mesmo.
2º – Usar o nome de Deus em vãoTambém em 2013, o Pastor Valdemiro amaldiçoou o programa Pânico na TV, por usar imagens dele durante a exibição. “Vocês do Pânico, que ficam fazendo chacota, estão fazendo chacota de Deus. A mão de Deus vai pesar em cima de vocês”. Valdemiro, usar Deus contra programa de humor? Ele deve estar mais ocupado com outras coisas.
3º-  Santificar domingo e festas de guardaLembra no começo do ano, quando o pessoal foi para as ruas buscando o impeachment da Dilma? Lembra que lotou de pastor? Pois é, aquela manifestação foi no dia 15 de março, e adivinha só: era domingo.
4º – Honrar pai e mãe
A bancada evangélica, que defende que “família” seja definida exclusivamente pela união de um homem com uma mulher, está empenhada em dificultar a adoção por parte de famílias homoafetivas. Eles querem também dar um passo atrás no casamento gay. Como ficam os milhares de pais homossexuais nessa? Como seus filhos poderão respeitá-los e honrá-los?
“Eu não acredito que dois homens possam desenvolver um ser humano ou criar uma criança perfeita no sentido total”  Pastor Sillas Malafaia, em entrevista à Veja.
5º – Não matarEm agosto de 2014, o pastor Marcos Antônio da Silva Lima foi preso pela acusação de homicídio de sua amante e tentativa de homicídio da filha dela. De acordo com as investigações, Marcos não queria o fim do relacionamento extraconjugal, e antes de matar, agrediu a mulher enquanto um comparsa abusava da filha de 14 anos. Quando foi detido, foram encontradas armas, facas e máscaras em seu carro. Antônio não é exceção. Outro pastor, Marcos Pereira da Silva  que vai aparecer mais uma vez nessa lista, também é acusado de envolvimento com o tráfico de drogas. Esse mandamento nem era tão difícil assim de se cumprir, galera.
6º – Não Pecar contra a CastidadeO Pastor Marcos Pereira da Silva foi preso após ser acusado de abusar de pelo menos 20 mulheres, que faziam parte de sua igreja. Alguns dos depoimentos afirmam que ele convencia as vítimas que tiraria o demônio do corpo delas, caso fizessem sexo com uma pessoa santa. Pereira ficou detido por um ano e meio, e desde o natal do ano passado responde em liberdade.
7º – Não furtarEm um de seus discursos, o pastor Sillas Malafaia já pediu para não denunciar pastores que estivessem roubando. “Se o seu pastor é ladrão, saia de lá e vá para outra igreja (…) só não arruma problema [sic]”. Mas espera, é isso que está na Bíblia?
8º – Não levantar falsos testemunhosO deputado Pastor Eurico falou durante discurso, em 2013, que o deputado Jean Willys, ao tentar regularizar a prostituição no Brasil, estava querendo legalizar o tráfico sexual de pessoas. Na mesma fala, ele ainda afirmou que Willys era bancado pela indústria do sexo. Adivinha? Era mentira.
9º – Não desejará a mulher do próximoOlha, um acento faz diferença sempre. Principalmente quando um pastor entende que tem que adulterar mulheres fiéis, em vez de ajudar mulheres adúlteras. Se liga no vídeo:
10º – Não cobiçar as coisas alheiasA Bíblia fala que não é para cobiçar, mas parece que se você não der a senha do cartão, Deus não ajuda. Que estranho isso.

Nenhum comentário