QUAL O NOME VERDADEIRO DE JESUS? - CLIK NA IMAGEM AQUI...

sexta-feira, 4 de maio de 2018

Após nove óbitos, procura baixa por vacina contra H1N1 preocupa SMS em Salvador


Após nove óbitos, procura baixa por vacina contra H1N1 preocupa SMS em Salvador
Foto: Divulgação / SMS
A procura pela vacinação contra a Influenza H1N1 em Salvador continua baixa apesar da capital já ter confirmado 50 casos e notificado nove óbitos pela gripe em 2018. Até o momento, 115 mil doses da vacina foram aplicadas, o que corresponde a cerca de 21% da cobertura da campanha iniciada no dia 23 de abril. A estimativa da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) é imunizar 90% das 541 mil pessoas que fazem parte do público alvo até o último dia da campanha, em 1° de junho. De acordo com a subcoordenadora de Imunização do município, Doiane Lemos, os números são considerados baixos tendo em vista que já se alcançou a terceira semana da campanha. “Estamos percebendo uma fraca movimentação nos postos, o que é um fator preocupante, considerando nove óbitos em consequência da doença. Além disso, o imuno leva de 7 a 10 dias para fazer efeito no organismo", alertou a coordenadora de imunização. A baixa adesão do grupo das crianças também preocupa a prefeitura, já que o público é bastante vulnerável às complicações da doença. Das 151.829 crianças elegíveis para serem imunizadas, pouco mais de 20 mil (13,3%) compareceram aos postos para se protegerem. O alerta também se aplica ao grupo de idosos: de um público estimado em mais de 250.914, apenas 65 mil já estão protegidos (26,1%). O grupo que mais se vacinou até o momento foi o de mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias, 37,6% de um total de 4.316 mulheres já estão imunizadas. O grupo de professores e trabalhadores da saúde seguem com uma cobertura de 13,7% e 22,8%, respectivamente. A vacina contra a H1N1 que protege contra os sorotipos H1N1, H3N2 e Influenza B, três variações da doença. Os postos de vacinação funcionam de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8h às 17h. Para ampliar o acesso à imunização, no dia 12 de maio será realizado o Dia D da estratégia, quando serão instalados pontos extras nos postos de saúde e locais estratégicos como shoppings, supermercados, escolas, creches, associações, igrejas e estações de transbordo. A Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) confirmou 73 casos de Influenza A H1N1 no estado, dos quais 13 evoluíram para óbito