QUAL O NOME VERDADEIRO DE JESUS? - CLIK NA IMAGEM AQUI...

sexta-feira, 31 de março de 2017

PMs flagrados em execução estão envolvidos em 37 casos de autos de resistência


PMs flagrados em execução estão envolvidos em 37 casos de autos de resistência
Foto: Reprodução / O Globo
Juntos, os dois policiais militares que são acusados de executar dois homens rendidos, no Rio de Janeiro, estavam envolvidos também em 37 casos de autos de resistência de 2011 para cá. O sargento David Gomes Centeno tem seu nome registrado em 11 ocorrências do tipo, já o cabo Fábio de Barros Dias, em 26. Dessas, uma delas é compartilhada pelos dois. Segundo informações de O Globo, todas as mortes aconteceram em favelas da Zona Norte, no Rio de Janeiro. Como procedimento, os policiais sempre apresentaram armas na delegacia como se elas estivessem na posse dos suspeitos. Na maior parte das ocorrências, os suspeitos em questão eram encaminhados a um hospital e não havia perícia no local do óbito. De acordo com a publicação, o cabo Dias chegou a ser preso em flagrante, em setembro do ano passado, por porte ilegal de arma. Ele também já foi acusado de ameaçar um motorista de transporte alternativo, na Zona Oeste do Rio. Após a repercussão do vídeo em que os dois aparecem atirando nos homens já rendidos no chão, nas proximidades do conjunto habitacional Fazenda Botafogo, em Acari, na Zona Norte do Rio (veja aqui), a Corregedoria da Polícia Militar e a Divisão de Homicídios (DH) abriram Inquéritos Policiais Militares (IPM) para apurar o caso. O confronto que antecedeu as execuções vitimou ainda uma menina de 13 anos, atingida por uma bala perdida. Porém, ainda não se sabe se o disparo que matou Maria Eduarda partiu do revólver de um PM ou dos criminosos no local. No momento, Centeno e Dias estão presos no Batalhão Especial Prisional (BEP), em Niterói.