QUAL O NOME VERDADEIRO DE JESUS? - CLIK NA IMAGEM AQUI...

sexta-feira, 24 de março de 2017

Irecê: Prefeito pede a Rui sede da 'Caatinga' e se encontra com presidente do BB


por Ana Cely Lopes / Guilherme Ferreira
Irecê: Prefeito pede a Rui sede da 'Caatinga' e se encontra com presidente do BB
Foto: Reprodução / Caraíbas.fm
O prefeito de Irecê, Elmo Vaz (PSB), pediu ao governo estadual nesta quinta-feira (23) a instalação de uma sede da Companhia de Ações Especiais do Semiárido (Caesa) - conhecida como polícia da Caatinga - na cidade. O prefeito protocolou um ofício ao governador com oito demandas na área de segurança depois do ataque a uma agência bancária do Banco do Brasil em Irecê na madrugada da última segunda-feira (20) (veja mais). "A gente sabe que nem todos podem ser atendidos, mas a nossa obrigação é pedir. A gente entende que a sede da Caesa, que é a chamada polícia da Caatinga, seja em Irecê", declarou o prefeito em entrevista ao Bahia Notícias nesta quinta. Além da sede da Caesa, o ofício da prefeitura de Irecê demanda também o destacamento da 1ª Companhia de Polícia Militar, que fica dentro do 14º Batalhão; um grupamento aéreo; um destacamento da Polícia Rodoviária Estadual (PRE); celeridade na instalação do Centro Integrado de Comunicação; uma unidade militar do Corpo de Bombeiros; uma base móvel da PM; e a inauguração do presídio de Irecê. A unidade prisional já foi construída, mas teve licitação de gestão fracassada e ainda não há previsão de quando deve entrar em funcionamento. Por conta da falta do presídio, o prefeito aponta que a delegacia do município está com cerca de 130 detentos em suas carceragens, quando a capacidade do local é para 30 pessoas. "Em vez de estar cuidando de investigação, de prevenção do crime, [a delegacia] está cuidando de preso. Esse conjunto de ações, associado ao que a gente pretende fazer - já enviei para Câmara Municipal um projeto de lei da Guarda Municipal, que também vai trabalhar em parceria com a Polícia Militar e Civil - pode ajudar no controle e na prevenção do crime", analisa Elmo. Ao Bahia Notícias ele afirma que já se reuniu com o presidente nacional e o superintendente estadual do Banco do Brasil para pedir a instalação de uma nova agência em Irecê "o mais rápido possível". "A falta do banco pode impactar na economia da região", avalia o gestor. 
Foto: Reprodução / Jornal Grande Bahia
Nesta quarta-feira (22), Elmo Vaz esteve em Brasília com o presidente do Banco do Brasil, Rogério Caffarelli. Na pauta, os preparativos para o retorno das atividades da sede do banco em Irecê, que foi destruída com o ataque sofrido na segunda.